terça-feira, 15 de janeiro de 2019

BEBIDA DE AVEIA CASEIRA

Na minha última ida ao supermercado esqueci-me de comprar leite sem lactose, ou bebidas vegetais. Andei uns dias a beber chá ao pequeno almoço, mas em dois dias bebi leite do Gonçalo (leite de vaca meio gordo). E claro que não me caiu nada bem.

Como não me apetecia ir ao supermercado só para comprar leite, e como também quero evitar idas mais do que uma vez por semana para me manter fiel ao orçamento previsto, resolvi experimentar fazer. E digo- vos sinceramente, não sei porque não fiz antes. É super fácil, rápido e bom. Não vos digo que fica igual ao de compra, mas é bom!

Fiz de aveia, pois tenho alguns pacotes na despensa e quero dar-lhes uso. A receita é muito, muito simples.

INGREDIENTES:

• 2 chávenas de aveia
• 4 chávenas de água

MODO DE PREPARAÇÃO:

• Colocar a aveia num recipiente e cobrir com a água. Deixar a aveia de molho 1 hora, pelo menos.
• Bater tudo no liquidificador e coar para um jarro ou garrafa.
• Guardar no frigorífico no máximo por 3 dias.

Um chocolate quente com esta bebida, fica divinal!

Também quero experimentar fazer a bebida de arroz, que é a minha favorita, depois conto-vos. Parece-me que não é tão depressa que volto a comprar este tipo de bebidas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 13 de janeiro de 2019

NOVAS ROTINAS PARA 2019

Terminei 2018 super cansada. Já começava a estar preocupada com tanto cansaço. Apesar de comer bem, de descansar, sentia-me sempre exausta.

Acredito que para além do trabalho, também estivesse relacionado com alguma desorganização da minha parte, pois sentia que andava numa correria constante e que não dava conta do recado. Por isso parei um pouco, aproveitei as férias de Natal para descansar e apesar da azáfama do Natal, consegui acalmar (também dormi muitas sestas com o meu príncipe 😊🙏). E durante o descanso fui percebendo que tinha de voltar a reorganizar as minhas rotinas, pois sem elas fico mesmo desorientada e não funciono bem.

Do que me apercebi?

• O orçamento mensal estava desorganizado, ou nem era feito, ou terminado.

• Havia desperdício de comida (não jogava fora, mas dava aos gatos do vizinho).

• Comprávamos mais comida fora e comíamos fast food (nem é saudável, nem barato).

• Tínhamos o congelador cheio, mas sem noção do que lá estava, acabando por comprar sem precisar.

• A rotina doméstica estava desorganizada, fazia quando dava, ou quando via que estava sujo, acabando por andar sempre a limpar e a arrumar. Era uma tarefa interminável. Até falei disso neste post.

O que comecei a reorganizar?

• Orçamento mensal - Aqui o problema não era propriamente o orçamento não ser feito. Temos despesas fixas, que não podem mesmo ser alteradas e essas estão mais do que controladas. A questão era perceber onde é que o dinheiro era gasto, para além das despesas fixas. Por exemplo, há muito tempo que não tenho noção de quanto gastamos em supermercado. E de certeza que não é o mesmo que gastávamos há 3 anos, pois há 3 ou 4 anos gastávamos em média 250€ por mês, e este mês que ainda está a meio já gastámos 300€. Por um lado, temos mais um membro na família e por outro lado está tudo caríssimo...
De momento o que estou a fazer, para além de apontar todas as despesas em supermercado (que englobam comida, higiene pessoal, detergentes, pão, etc), estou também a fazer listas antes de ir às compras, com o cuidado de ver o que há no congelador, no frigorífico e na despensa. Faço uma compra grande no final/início do mês, onde compro várias coisas para o mês todo, como fraldas, toalhitas, areia e comida do Alf, produtos de higiene pessoal (gosto muito dos produtos da Cosmia uma marca do jumbo, super acessível e com ótima qualidade)... E  depois vou só uma vez por semana ao supermercado comprar frescos e algo mais que faça falta. De momento a compra grande faço no Jumbo e as semanais faço no Lidl. O pão compro diariamente na mercearia ao pé de casa, e lá também compro uma ou outra coisa que possa faltar.

• Organização das refeições - Apesar de ainda não ter voltado às ementas semanais, e nem sei se vou voltar, tenho tentado organizar bem as refeições. Como já vos disse, o Gonçalo come o mesmo que nós, é raríssimo fazer algo diferente para ele portanto aqui tenho logo a tarefa facilitada. Para o almoço preparo sempre de forma a não sobrar. Tenho usado medidas, tenho feito trinta por uma linha para evitar que sobre comida. Há coisas que podemos reaproveitar, mas outras não e acabam no lixo. Sendo assim faz-se à conta e se sobrar, temos de comer nesse dia ao jantar ou no dia seguinte. Mesmo que não apeteça, temos pena. Se não for assim não se come.
Os jantares têm sido muito simples. Comemos sempre sopa (é quente, saudável, económico, fácil de preparar...) e depois temos sempre pão, queijo fresco, presunto, ovos, fruta, para complementarmos a refeição. Caso existam sobras no frigorífico, está na hora de as comermos. Se se perguntam se ficamos com fome, garanto-vos que não. É como o meu pai diz: "Isto de comer também é um vício!!!"

• Tarefas domésticas - As tarefas domésticas andavam a dar cabo de mim. Sempre muita coisa para fazer, todos os dias a mesma lengalenga, estava a ficar farta. Nas férias aproveitei para organizar o mais urgente, pois era mesmo o facto de andar tudo misturado e desorganizado que não permitia que a casa se mantivesse bem por mais tempo. Organizei a minha roupa e a do Gonçalo, organizei alguns pertences do meu marido (aqui preciso que seja ele a organizar), organizei o despenseiro, a marquise, o armário da casa-de-banho, os sapatos e os brinquedos do Gonçalo. Ainda falta muita coisa, na verdade acho que precisava de uma semana sozinha em casa para deixar tudo em ordem, mas só o facto de ter arranjado soluções para estes problemas, ajudou muito a equilibrar a rotina doméstica.
Além disto, percebi também, que preciso de ter dias estipulados para determinadas tarefas. O ir fazendo ao sabor do vento não é para mim.
Lavar roupa diariamente, assim permita o tempo, arrumar roupa diariamente, mudar os lençóis das camas à sexta, mudar a areia do Alf ao sábado, limpar a casa-de-banho à quinta, fazer compras à sexta, limpar o frigorífico à sexta, aspirar à terça, e por aí. Ainda tenho de me sentar e debruçar melhor sobre este assunto, mas para já este pequeno sistema está a ajudar a que seja mais fácil manter a casa em ordem e também a minha cabeça.

• Exercício físico - Ainda me falta organizar a rotina de exercício. Pretendo fazer umas aulas de yoga, nem que seja uma por mês sei que ajudará. E depois acho que a melhor alternativa é voltar às caminhadas com o meu filhote. De qualquer forma, quase todos os dias faço algumas posturas de yoga e alguns agachamentos. É melhor que nada, mas não é de todo o suficiente. Sei que assim que começar a ter uma rotina de exercício, notarei diferença no meu ânimo e na minha energia.

Posto isto, resta-me desejar-vos um excelente 2019! Continuem a ler-me, se vos fizer sentido, comentem, opinem, aconselhem sempre que acharem necessário. Beijinhos! 😊



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

DESEJOS PARA 2019

Estamos quase no final do ano. É incrível como o tempo passa...

Estamos assim na altura de fazer avaliações ao ano de 2018 e planos para o ano de 2019. Ainda não pensei a sério nas minhas resoluções, acho que serão muito idênticas às deste ano e de todos os outros. Na verdade está sempre tudo relacionado. Mas há coisas que gostava mesmo que acontecessem, não só por mim, mas por todos não.

MAIS EMPATIA -  Empatia é a capacidade de conseguirmos colocar-nos no lugar dos outros. Ultimamente tenho sentido que poucas pessoas são empáticas. Desde que fui mãe noto ainda mais. Senti várias vezes o olhar reprovador, e sinto, a crítica, a falta de compreensão das outras pessoas. No geral não me deixo afetar, mas quando a falta de empatia vem de pessoas próximas, que já estiveram na mesma situação que eu, fico chocada e muito triste. Acho que andamos todos muito stressados, muito focados no nosso umbigo... As pessoas ofendem-se no trânsito, na fila do supermercado, tudo as irrita e raramente conseguem colocar-se no lugar da outra pessoa e pensar que se fosse ao contrário também gostavam de mais compreensão e empatia.

MAIS GRATIDÃO - Está um pouco relacionado com o ponto atrás, pois quando uma pessoa não sabe colocar-se no lugar do outro, também não sabe agradecer. Ser grato pela disponibilidade, pela amizade, pela palavra de conforto, pelo ombro amigo, pelo apoio, pelo convite... Tanta coisa que devemos agradecer e fica esquecido!

PREÇOS MAIS BAIXOS- Acho que somos um país pobre com a mania que é rico. Temos dos ordenados mais baixos da Europa, mas temos preços exorbitantes. As casas estão caras, os alimentos estão caros, os transportes, a saúde... Tudo o que é essencial é caro!

MENOS MANIA DA GRANDEZA - Apesar de ganharmos, no geral claro, pouco, há muito a mania da grandeza. As pessoas compram telemóveis de 700€ (ou mais) sem piscar os olhos, cantam aos 7 ventos que gastaram uma pipa de massa nuns óculos de realidade virtual, mas depois queixam-se do preço da roupa que compram para os filhos, ou do preço da consulta do pediatra... Confesso que me faz uma certa confusão, pronto...

Para além disto, que não sei porquê são coisas que me têm incomodado nos últimos tempos, quero equilíbrio na minha vida. 

Desejo que tudo evolua bem, que tenhamos todos muita saúde e que exista sempre equilíbrio!

Que venha 2019!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

UNHAS DE DEZEMBRO

Voltei à segunda ronda de verniz gel.


Não vos vou falar das minhas unhas cada vez que as arranjar, mas acho importante dizer-vos que até estou a gostar do resultado.

Aguentei 4 semanas com as primeiras. Na terceira semana já comecei a acha-las grandes e começaram a aparecer as falhas, mas fui até ao limite para perceber mesmo como se comportavam.

Durante estas 4 semanas fiz a minha vida normalmente. Não tive grandes cuidados a usar luvas para tarefas com água (mas devia) pois queria mesmo ver como a coisa se aguentava.

Cheguei ao fim das 4 semanas com falhas em 2 unhas, o que não me pareceu mau. O que mais me chateia é mesmo o crescimento notar-se, mas quanto a isso não há nada a fazer. Ainda pintei com verniz preto por cima, mas ainda ficou pior. Mais vale assumir-se qua as unhas cresceram e pronto.

Desta vez escolhi o famoso vermelho Ferrari, não por ser Natal e o vermelho associar-se a esta época, mas porque gosto muito desta cor e também porque queria algo completamente diferente do preto.

Já deixei marcação feita para daqui a 3 semanas, mas a esteticista disse-me que há cores que aguentam melhor que outras. Os escuros são os mais difíceis.

Estou a gostar deste cuidado, acho que compensa a hora e meia que se leva a arranjar as unhas e o preço que se paga. Se formos a ver o tempo que dura, compensa mesmo muito.

E assim já me sinto eu!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

PROJETOS CÁ DE CASA

No último post falei-vos do quarto do Gonçalo, um "projeto" muito importante para mim, mas que está a levar um certo tempo.

Este tipo de projetos são uma constante cá em casa. Estou sempre a fazer alterações em qualquer coisa e a tentar melhorar o nosso espaço.

Num destes dias, ou melhor, noites, já depois do Gonçalo adormecer, fiz uma pequena alteração na nossa entrada de casa.

Tem sido um espaço esquecido por mim, confesso, mas ainda não encontrei uma solução que me encha as medidas. É um espaço muito estreito, comum nas entradas de casas antigas. Precisamos de arrumação, mas ao mesmo tempo de simplicidade.

Enquanto procuro a solução definitiva, vou dando um jeito no que já temos. Temos uma prateleira suspensa, que serve de móvel de apoio. Esta prateleira já tem uns 8 anos, já veio da outra casa, portanto já sofreu um pouco. Começava a estar gasta nos cantos e o aspeto velho e gasto dava um ar descuidado à nossa estreita entrada.

Resolvi o problema com papel autocolante com padrão de pedra mármore. Comprei um rolo numa loja de chineses, por menos de 2€. Acho que valeu bem a pena. Ora vejam.


O antes, com alguma confusão à mistura... Ainda com a decoração de primavera...



O depois. Parece-me bem melhor, não acham?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

ROMA E PAVIA NÃO SE FIZERAM NUM DIA - NEM O QUARTO DO GONÇALO

De há uns anos para cá que sinto que tudo na minha vida leva tempo. Acontece tudo devagar devagarinho, o que pode ser um pouco desmotivante.

Até não é, não fosse eu uma pessoa resiliente. E a verdade é que estou já "calejada" portanto continuo a lutar, a tentar, a fazer e refazer, até que a coisa realmente se dê.

Na minha casa as coisas também são assim. Até ver o resultado dos meus projetos é uma eternidade.

Claro que o quarto do Gonçalo está mais atrasado que o previsto. A questão é que estou a fazer tudo aos poucos, conforme o tempo que tenho disponível. E como sempre, o tempo não é muito. Seria, se nas manhãs que não trabalho, não ficasse com o Gonçalo, mas digamos que prefiro dedicar-me a ele e deixar o quarto para depois. É tudo uma questão de opções.

Ainda tenho as seguintes tarefas para realizar:
- Forrar portas e gavetas do roupeiro,
- Fazer desenhos para tapar desenhos da cómoda e mesa de cabeceira,
- Fazer desenhos para quadros
- Pintar molduras dos quadros,
- Pendurar prateleira e varão de cortinado,
- Arrumar roupas e brinquedos,
- Decorar

Visto assim parece pouco, mas só forrar as portas do roupeiro dá um trabalhão. Já só falta uma e dar os últimos retoques. Depois temos os bonecos para tapar os desenhos dos outros móveis.

Passo a explicar. Estes móveis, tal como o roupeiro, eram das mobílias de bebé e de pré-adolescente da minha sobrinha.

O roupeiro é rosa choque e branco. Liiindo, mas de boa qualidade! Portanto estou a forrar com papel autocolante cinzento claro, as partes rosa. Os outros móveis são brancos com desenhos pintados à mão, em tons de rosa, azul e amarelo. Não é que não goste, mas não são o género que quero para a decoração. Portanto estou a fazer uns bonecos mais simples em papel autocolante, para tapar esses desenhos. Daqui a uns tempos, se o Gonçalo quiser mudar de desenhos, a mãe vai apelar à sua veia artística (novamente) e mudamos os desenhitos. E assim vamos renovando sem gastar muito dinheiro e, melhor, temos uma decoração só nossa.
E daqui a uns anos, quando o Gonçalo já não estiver a usar os móveis, até pode ser que a Bá queira os seus antigos móveis e assim continuarão iguais.

Agora vem a parte das compras.

Como vos disse noutro post, fiz algumas compras que vou já partilhar. Ainda tenho de comprar o cortinado, que estava esgotado e só depois de ter tudo arrumado é que vejo se compro mais alguma coisa, mas em principio não será necessário.



Estás foram as primeiras compras, feitas na loja DeBorla. A almofada de pelo cinzento custou aproximadamente 5€, a manta 7€, a prateleira/cabide 10€, o tapete 10€, a almofada estrela 7€, o cesto 10€ e a tenda 25€. Neste dia ainda comprei um tapete grande de 25€ e o varão extensível para o cortinado de 7€.


Aqui temos a tenda com arrumação provisória, só para o Gonçalo brincar. E ele adora, tal como o Alf, como podem ver na foto...


A cama continua no quarto dos pais, e vai ficar por lá no Inverno. Mas aproveitei para dar um refresh. Tirei o móbil que já não lhe despertava muito interesse e outros brinquedos.

Assim que tiver mais novidades, cá as trarei.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 10 de novembro de 2018

VERNIZ GEL - A SOLUÇÃO



Se bem se lembram, um dos meus objetivos para este ano que se aproxima do fim a passos largos, era cuidar mais de mim. E esse cuidado passava pelas minhas mãos e unhas. Queria voltar a ter as unhas sempre arranjadas e pintadas, pois foi algo que sempre usei e gostei.

Tenho conseguido arranjar, mas pintar nem por isso. Contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que pintei as unhas durante o ano.

Há dias, quando fui à cabeleireira ela disse-me que tinha um ar muito cansado. E sentia-me realmente cansada. Conversa vai conversa vem, percebi que me tenho dedicado pouco tempo. E não quero isso. Não quero sentir que carrego o mundo às costas e que fico em último plano. Não quero, daqui a uns anos, queixar-me que me dediquei muito à família e que fiquei sem tempo. E pior, não quero deixar de ser eu.

Naquele momento percebi que tinha de arranjar tempo para me cuidar, fosse como fosse, para ir fazer a depilação à esteticista, para ir arranjar as unhas... Se já vi que não vou conseguir cuidar das unhas como antes, tão depressa, então terei de arranjar uma solução, e de preferência uma solução duradoura.

Esta semana, num dia antes de almoço lá fui "num instante" fazer as unhas. Soube-me muito bem o tratamento, ficaram muito bem arranjadas. Escolhi um belo preto, acho super elegante. Confesso que gosto do verniz mais fininho, mas só eu noto que algumas unhas têm uma camada mais grossa.

Gosto das unhas simples, sem enfeites, sem extensões, quem não sabe pensa que é verniz normal.

Vou ver como a coisa se comporta, quanto tempo dura, e para o mês que vem vou voltar.

Gostaram do resultado final?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...