terça-feira, 29 de janeiro de 2013

SOS POBREZA - AMI

Estamos numa altura de muitas dificuldades, todos sabemos. Todos conhecemos alguém desempregado, a passar dificuldades financeiras, psicológicas, alimentares, etc.

Todos os dias ouvimos nas noticias, casos de crianças cuja única refeição completa que consomem é na escola. Nestes últimos dias, até houve uma noticia a informar que chegam crianças doentes aos hospitais por estarem com fome.

É um assunto grave e, muitas vezes, o facto de não nos inserirmos nesses casos (felizmente) leva-nos a pensar que não existem, ou que não são assim tão graves. Muitas vezes é mais fácil fazer de conta que não se passa nada, porque custa-nos ouvir tais noticias. E como não queremos sofrer, é melhor nem ouvir.

Não podemos nem devemos ter esta atitude. Por um lado é desumano, por outro, não sabemos o que nos espera. E a verdade é que muita gente em Portugal passa fome.

Para ajudar estes casos e, para evitar que as pessoas fujam de ajudar, porque também estão com dificuldades, a Ami criou uma marca de produtos básicos nacionais, a SOS POBREZA, que está disponível em várias superfícies comerciais espalhadas por todo o país e, que ao comprarmos, todo o valor liquido do produto reverte para a Ami, que assim pode ajudar pessoas em situação de pobreza.

Desta forma, basta fazermos as nossas compras normais, escolhermos estes produtos (que têm preços acessíveis) e assim ajudamos muita gente, sem abdicarmos daquilo que necessitamos. 

Eu acho esta iniciativa maravilhosa e fico feliz por alguém ter apostado nesta ideia. Aliás, fico feliz porque alguém teve esta ideia.

Já vi que no Jumbo de Setúbal a marca está disponível (também na Staples) e, na minha próxima ida às compras vou procurar esta marca.

Se todos ajudarmos um bocadinho, todo junto será muito! Sejamos mais solidários e assim, mais felizes!

Desejo-vos um óptimo dia! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

COMER NO MCDONALD'S E NÃO ESTRAGAR A LINHA

Não é e, está longe de ser, a minha comida favorita. Passo muito bem sem este tipo de fast-food (já de pizzas tenho que fazer um esforçozito), mas o meu marido adora e, por sua vontade pelo menos uma vez por semana comíamos no McDonald's.



No entanto, sabemos os dois dos malefícios desta comida e, vamos lá, no máximo 1 vez por mês.

Há uns meses percebi que por muito que comesse (normalmente comia sempre o mesmo menu), passado 1 hora já estava esfomeada. Como não acho que seja assim tão barato (Pagávamos sempre 13€ e qualquer coisa. Aqui em Setúbal existem vários restaurantes onde comemos peixe gralhado, com entradas, bebida, sobremesa e café por 15€, 2 pessoas...) não via razão para gastar dinheiro e pouco tempo depois ter fome. Então, comecei a comer apenas um hambúrguer pequeno com batatas pequenas.

Desta forma reduzia a quantidade de calorias, de gordura e ainda poupava uns trocos.

Na revista Prevenir de Fevereiro, vem um artigo sobre este tema e são feitas propostas mais saudáveis, para quem gosta mas não quer estragar tudo em tão pouco tempo.

1ª Opção
1 sopa de legumes + 1 salada sem molho + 1/2 pacote de molho vinagrete + 1 garrafa de água ou 1 cola zero.

359,5 Kcal.

2ª Opção
1 sopa de legumes + 1 hambúrger regular + palitos de cenoura + 1 garrafa de água ou 1 cola zero.

365 Kcal.

3ª Opção
1 sanduiche Mcfish + 1 pacote de batatas pequeno + 1 pacote de katchup + 1 cola zero.

567 Kcal.

O artigo ainda refere que só um hamburguer CBO ou Big Tasty, contêm cerca de 850 calorias. Dá que pensar.

A nutricionista  ainda sugere optar sempre pelas porções pequenas, pois ficaremos igualmente saciados e consumimos menos calorias (a minha intuição estava correcta), abdicar dos refrigerantes, optando por água ou pelas versões light já que uma cola de 500 ml tem cerca de 220 kcal o equivalente a um sundae.

Quanto aos Wraps, a nutricionista diz que o aspecto ligth é mesmo só aspecto e que enquanto as calorias são equivalentes às de outro hamburguer, a quantidade de gordura é muito mais elevada.

Os nuggets, segundo a nutricionista, têm menos calorias que um hambúrguer e um teor de proteína muito mais elevado.

É ainda importante ter cuidado com as calorias, já que nem sempre o facto de ter menos calorias ser a melhor opção. Quando o valor de proteína é inferior, a saciedade também é menor, possibilitando assim escolhas menos saudáveis na refeição seguinte.

Claro que mesmo fazendo opções mais saudáveis, é de evitar uma alimentação do género, pois os problemas inerentes, vão muito além do excesso de peso.

Desejo-vos um dia cheio de opções saudáveis! :)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 26 de janeiro de 2013

HOJE VOU DAR-VOS MÚSICA - 3

Portuguesa, para variar, mas hoje não é cantada em português.

Marta Hugon, com "Swim Slow".

 
Espero que gostem. Da minha parte, cada vez mais, acredito que o que é nacional é bom!

Desjo-vos um óptimo fim-de-semana! :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

EQUILIBRIO COM YOGA

Normalmente as aulas de yoga são elaboradas de forma a responder a uma intenção ou objectivo. Não é uma modalidade que seja praticada aleatóriamente em que o professor vai combinando posturas conforme a sua vontade.

As aulas podem ser construídas para desentoxicar, trabalhar a energia feminina, o equilibrio, o foco, para abrir o coração (A nossa postura tem tendência a encorvar-se com a idade e falta de consciência corporal da nossa parte. Abrir o coração, significa contrariar esta tendência), relaxar, etc, etc, etc.

Hoje deixo-vos um vídeo de yoga, que trata principalmente do nosso equilibrio. Quem acha que não tem equilibrio, deve experimentar e se cair ou desiquilibrar, voltar a tentar quantas vezes forem necessárias.

É bom nós levarmos a nossa vida para o tapete e aplicarmos na vida o que aprendemos no tapete. As posturas de equilibrio não são fáceis e há dias que temos mesmo dificuldade em fazê-las, no entanto devemos pensar que se na vida não desistimos à primeira contrariedade, e lutamos pelos nossos objectivos, devemos fazê-lo também no tapete.

Quando tenho um problema que me parece grave, apesar de ser muito optimista, penso sempre: Isto é como uma aula de yoga. Depois duma postura super dificil, em que estou a sofrer imensamente, sei que vem uma postura de descanso, que me sabe super bem. Depois virá outra má, seguida de outra boa e por aí. Aqui é a mesma coisa, este problema vai resolver-se, depois virá uma fase muito boa, mas há-de vir outra contrariedade, seguida de muitas outras coisas boas...

Gosto destas comparações. :)

Voltando ao equilibrio, trabalhar estas posturas, ajuda-nos muito a focar e concentrar no que é importante para nós.

Experimentem e digam-me o que acharam.

Para ajudar, mantenham o abdomen contraído e foquem o olhar num ponto imóvel. Não vale a pena focarem-se em coisas em movimento. Concentrem-se e já está!

Para os iniciantes, podem ver o vídeo que sugeri neste post  há uns tempos.


Como diria a minha ex professora Rafaela : Amo demais tudo isto! :)

Desejo-vos um dia muito equilibrado! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

PRODUTOS NATURAIS PARA CABELO

Como já referi várias vezes, tenho o cabelo curto. É uma vantagem para quem não gosta de usar muitos produtos no cabelo, já que se torna menos exigente (pelo menos o meu).

A última máscara para cabelo que comprei, foi há mais de 1 ano. Já que este comprimento permite a pouca utilização destes produtos, eles duram e duram e duram... O problema é que, como tudo, existe um tempo médio de vida. E tendo em conta que na casa-de-banho habitam muitas bactérias, não me parece muito boa ideia usar um produto que está aberto há mais de um ano.

Dito isto, a máscara já foi para o lixo e comecei a pensar o que podia fazer para hidratar o cabelo, sem ter de comprar produtos caros e que só estão disponíveis em embalagens grandes (pelo menos os que conheço).

A primeira ideia foi investir num vinagre de framboesa da Yves Rocher, disponível aqui. Basta espalhar pelo cabelo, massajar um pouco e depois retirar com água. Gostei do resultado, para além de amaciar, deixa o cabelo brilhante e o cheiro agrada-me muito.

Sendo uma embalagem bem mais pequena que a de uma máscara, não durou 1 ano, claro está. Portanto, antes de poder encomendar uma nova embalagem, fiquei sem vinagre de framboesa. Qual foi a alternativa que usei? Já tinha visto em várias revistas e também blogues, que a mistura de água e vinagre também é boa para amaciar e abrilhantar o cabelo. Decidi experimentar.

Existem várias receitas, eu optei por misturar água mineral (2/3) e vinagre de maçã (1/3) num frasquinho vaporizador e utilizo-o sempre depois da lavagem, deixo repousar um bocadinho e retiro com água abundante. Não deixa cheiro, o cabelo fica macio (pelo menos o meu fica, acredito que o facto de ser curto também ajude) e brilhante.

Depois de começar a usar este truque, procurei outros e a escolha é muuuuiiiito vasta. Basta perder alguns minutos para encontrar várias receitas. Optei por partilhar convosco as que me pareceram mais acessíveis e fáceis de fazer. Como é óbvio, não experimentei todas, já que cada uma é ideal para um tipo de cabelo.

CABELOS PINTADOS
Fazer uma infusão de erva cidreira. Aguardar 5 minutos antes de coar. Passar no cabelo no último enxaguamento, 2 vezes por semana.

Máscara:
2 laranjas, 2 bananas, 5 c.sopa de mel. Espremer as laranjas, misturar as bananas amassadas e o mel aquecido. Aplicar a máscara no cabelo lavado e húmido, esperar 2 horas e lavar normalmente.

CABELOS DESCOLORIDOS
Máscara de iogurte e mel:
1/2 iogurte natural, 2 c.sopa de mel. Bater no liquidificador. Espalhar a mistura por todo o cabelo e deixar actuar 40 minutos. Depois lavar.

CABELOS QUEBRADIÇOS
Depois de lavar o cabelo, molhe-o com cerveja. Retire com água. Revitaliza o cabelo.

CABELOS DANIFICADOS
Azeite e gema de ovo. Massaje azeite no cabelo. Depois faça uma massagem da raiz às pontas, com a gema batida. Aguarde 10 minutos e lave normalmente. Repetir 1 vez por semana, durante 1 mês.

CABELOS OLEOSOS
Sumo de limão diluído num copo de água, aplicado depois da lavagem, regula a gordura. Enxaguar muito bem e evitar contacto com o sol depois deste tratamento, já que o limão em contacto com este pode danificar o cabelo.

CABELOS BAÇOS
Passar azeite morno por todo o cabelo, embrulhá-lo numa toalha previamente aquecida, esperar 15 minutos e lavar normalmente. Fazer 1 vez por mês.

AMACIADORES PARA TODO O TIPO DE CABELO
1 litro de água mineral, 1 c. sopa de vinagre de maçã. Juntar vinagre à água e passar pelo cabelo no último enxaguamento. Dá brilho e não deixa cheiro.

QUEDA DE CABELO
Depois de lavar o cabelo, enxague com chá. Cabelos claros com infusão de camomila e escuros com chá preto. Evita a queda de cabelo e deixa-os brilhantes e macios. Aplique a cada 3 semanas.

Outros truques que retirei do livro Viva Melhor. Não especifica se depois do tratamento se deve ou não lavar o cabelo. Presumo que pelo menos, se deva passar o cabelo por água.

PARA AJUDAR NO CRESCIMENTO
3 folhas de couve com 1/2 litro de água, bater no liquidificador , coar e massajar o couro cabeludo 3 vezes por semana.
 
CASPA E QUEDA DE CABELO
1/2 abacate, 1/2 limão, 1 colher de mel, misturar e massajar durante 15 minutos, o couro cabeludo, 2 vezes por semana.

QUEDA DE CABELO
Friccionar diariamente o couro cabeludo com sumo de agrião.

Independentemente do objectivo ser poupar dinheiro, ou poupar o cabelo e couro cabeludo do uso constante de produtos químicos, estas sugestões parecem-me adequadas.

Desejo-vos um dia em beleza! :)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

QUADRO DE DESEJOS

No fim do ano, falei-vos das minhas intenções e objectivos/ideias para concretizar em 2013, que podem ver aqui e aqui.

Uma das coisas a fazer em 2013 passava pela realização de um quadro de desejos. Se leram "o segredo" sabem do que falo. (Apesar deste quadro também ser referido noutros livros).

A ideia é colocar num quadro/folha ou qualquer sitio que nos inspire, imagens e/ou frases que vão ao encontro daquilo que mais desejamos para nós. Independentemente da forma como o fazemos, o importante é que seja exactamente o que queremos e que não tenha um sentido duvidoso. Por exemplo, no caso de desejarmos saúde, não devemos escrever "não quero estar doente", ou se queremos ter muitos amigos, não devemos dizer "não quero ser uma pessoa só".

Como vos disse, há uns anos fiz um quadro, que dei tanta importância que nem sei onde anda. Talvez já tenho ido para o lixo. Na altura, fi-lo por fazer. Nunca achei que resultasse e a maioria das coisas que lá coloquei, não tinha a menor esperança que pudessem a vir a acontecer. Por exemplo, na altura tinha uma empresa com 2 colegas e, no quadro coloquei que teríamos muito sucesso (não me lembro bem como coloquei, mas a ideia era esta), no entanto não acreditava minimamente que isso fosse possível, por várias razões. Tanto não foi, que passado algum tempo fechámos a empresa.

O meu desejo era que realmente tivéssemos sucesso, mas para isso acontecer acreditava que precisávamos de ter mais trabalho e mais dinheiro, que só viria se tivéssemos mais trabalho. Era um ciclo, que não acreditava que conseguíssemos fechar. Estávamos sempre dependentes de algo.

Isto para dizer, que se de alguma forma não acreditamos que o que desejamos é possível, então algo não correrá bem.

Da minha parte, apesar de gostar muito destas teorias, há sempre uma parte racional que não me deixa acreditar plenamente. Acredito que para as coisas acontecerem nós temos de contribuir para isso. Por muito que me agrade a ideia de colocar num quadro uma imagem daquilo que quero para mim e esperar que o universo a traga, só acredito que será possível se também der uma ajudinha. Que seja! :)

Encontrei um vídeo (dos desejos) que ilustra aquilo que alguém idealizou para si. É uma ideia, se quiserem inspirem-se nela.

 
E vocês, acreditam na Lei da Atracção? :)
 
 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

PRODUTOS NATURAIS

As minhas experiências com ingredientes disponíveis em qualquer casa, vem de há muito tempo.

Na minha distante (bem, não tão distante) adolescência, a minha pele era massacrada com acne. Nessa altura, não sei porquê, parecia natural experimentar-se tudo e mais alguma coisa na pele antes de se recorrer a um dermatologista.

Então, desde os meus 14 anos até aos 17, ora fazia tratamentos prescritos pela minha médica de família (que se resumiam a pomadas super fortes que descamavam a pele e antibióticos, que só resultavam enquanto eram tomados. Assim que acabava o tratamento, o acne regressava ainda pior), ora experimentava receitas mágicas para acne.

 Portanto, durante estes aninhos inocentes, todas as dicas maravilhosas que me davam sobre produtos milagrosos para curarem aquela desgraça, eu experimentava. Desde pastas de hortelã, a um pó estranho que nem me lembro o nome, a aloé vera (este deu-me cabo da pele. Acordei, parecia que tinha o rosto em sangue. Remédio santo, já que depois disto lá recorri ao dermatologista.), máscaras de argila (que de tudo foi o melhor que experimentei na altura) vapores com ervas (que também fazia bem, mas era chato), pasta de dentes em cima das borbulhas (pode resultar, mas também pode infectar) enfim, foi tanta coisa que metade já apaguei da memória. Chegavam pessoas ao pé de mim, que eu não conhecia de lado nenhum, a dizerem-me para experimentar isto e aquilo. Imaginem o que é isto na adolescência...

Assim que comecei o tratamento com a dermatologista, apesar de piorar no inicio, o que é normal, os resultados começaram a ser óbvios e as outras pessoas deixaram de tentar arranjar-me soluções milagrosas. Durante muitos anos usei máscaras e cremes comprados na farmácia, tudo super caro e que a determinada altura deixaram de ter um efeito bom na pele.

As borbulhas desapareceram (não para sempre, já que ainda hoje tenho de ter muitos cuidados), mas o facto de usar produtos muito fortes, também não ajudava no aspecto da pele. Não tinha uma pele luminosa, como seria de esperar naquela idade, não sentia qualquer prazer em colocar aqueles cremes sem qualquer cheirinho agradável, para não falar no preço. Para terem uma ideia, a máscara que usava na altura, tinha de estar no rosto durante 30 minutos. Durante esse tempo, não conseguia manter os olhos abertos, porque ardiam tanto que estava sempre a chorar. Imaginem o cheiro que tinha. Entretanto deixou de ser comercializada, vamos lá saber porquê.

Bem, mas este discurso todo, para dizer que depois de vários anos de luta, cheguei à conclusão que podia voltar às mesinhas antigas. Não a todas, como é óbvio e, com todos os cuidados necessários. 

Voltei a usar a minha máscara de argila verde de 15 em 15 dias, já que seca um bocadinho a pele. E apesar de ter a pele oleosa, também já foi pior. Por isso não vale a pena massacrar. E agora estou fã da máscara de ovo, que falei aqui. É super fácil, rápido, económico e a pele fica realmente bonita.

Esta vontade de usar produtos mais naturais, penso que venha mesmo da experiência que tive com produtos químicos e já se manifesta noutras áreas para além da pele. Tenho experimentado receitas naturais também no cabelo (as adequadas ao meu tipo de cabelo, claro), nos produtos de limpeza para casa e até no meu bichano. Sim, detesto o cheiro das pipetas e tenho sempre a sensação que ele há-de conseguir lamber aquela zona onde o produto foi aplicado. Sendo assim, de certeza que existe alguma alternativa mais natural para evitar que o Alf tenha pulgas e que ajude a manter o pêlo luminoso. Estamos ainda a testar, mas existem muitas alternativas, que terei todo o gosto em partilhar convosco mais tarde.

Por enquanto fica apenas a deixa, que ando a experimentar e procurar alternativas úteis para os nossos dias.

Assim que me organizar partilharei convosco.

Desejo-vos um dia sustentável e ecológico.  :)

Nota: É de referir, que para quem tem graves problemas de pele, como eu tive, a solução passa mesmo por procurar um dermatologista. Por muito que algumas dicas possam ajudar, nunca resolvem o problema na totalidade. Neste momento, sinto-me confortável para voltar a usar esse tipo de produto, pois o problema já vai distante, mas na altura só contribuíram para que piorasse. Tenham também em conta que alguns ingredientes usados em simultâneo podem causar alergias, por isso, há que ter muito cuidado com as escolhas a fazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

UM MÊS A GASTAR SÓ NO INDESPENSÁVEL

Há muito tempo que se vê em vários blogues, principalmente de poupanças e organização doméstica, incentivos a gastar-se apenas no que é estritamente essencial. O objectivo é mesmo não gastar dinheiro, mas como isso é quase (ou mesmo) impossível, pretende-se abdicar de tudo o que é supérfluo para se poupar o máximo de dinheiro possível.

Na semana passada, no blogue A economia cá de casa a autora lançou também esse desafio. Confesso que quando li, pensei mesmo que não iria sequer tentar, já que há muito tempo que reduzo as minhas despesas ao essencial. Mas o desafio não me saiu da cabeça e, comecei a pensar que afinal ainda tenho vícios dos quais posso abdicar, para conseguir poupar uns euros extra.

Sou completamente viciada em revistas e, não é de hoje, é um vicio que vem desde a adolescência (mas compro e leio-as até ao fim) e, adoro experimentar cremes, champôs e afins (que também uso religiosamente), acabando por comprar muitas vezes sem estar mesmo a precisar (maioritariamente Yves Rocher, já que tenho desconto). Roupa, acessórios, cinema e jantares fora, há muito que deixaram de ser prioridade.

Fazendo as contas, percebo que gasto mais do que pensava, no entanto também acho que estes gastos só seriam prejudiciais se me impedissem de pagar as minhas contas a tempo e horas. Por outro lado, se toda a gente começasse a poupar em tudo e mais alguma coisa, coitados dos donos dos cafés, das papelarias e quiosques de revistas, etc...O que era feito da economia local?

Já me decidi por abdicar de alguns gastos no mês que vem, para perceber se o facto de não comprar certas coisas fará tanta diferença no orçamento familiar e, se sentirei falta delas. No entanto, não vou ao extremo de não comprar nada, ou de deixar de beber o meu cafézinho depois do jantar, no café ao lado de casa. Já que considero um momento de descontracção e convívio com pessoas de quem gosto.

Se ficaram curiosas, dêem um pulo ao blogue sugerido atrás, para perceberem onde e como podem poupar.

Sentem-se tentadas a experimentar?

Desejo-vos um dia poupadinho! :)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 19 de janeiro de 2013

HOJE VOU DAR-VOS MÚSICA - 2

Uma música linda, com uma letra que acho triste, mas que resulta nesta beleza. Da nossa cantora Márcia com JP Simões.

"A pele que há em mim."

video

Eu adoro, espero que vocês também!

Desejo-vos um fim-de-semana muito tranquilo! :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

GAP

Desde o ano passado que não falo de exercício físico! Já é muito tempo! :)

Todas nós sabemos da importância de exercitar o corpo. Traz-nos benefícios físicos e mentais, já que é uma óptima forma de afastar o stress. É importante ter uma rotina e fazer exercício regularmente, no mínimo 2 vezes por semana, pois só assim os benefícios e resultados são visíveis. Não há milagres e ninguém consegue ter um corpo bonito e tonificado se não mexer o esqueleto (salvo raríssimas excepções), portanto, só nos resta "pôr a mão na massa".

É muito importante fazer exercícios que nos estimulem e que não sejam um grande sacrifício, já que desta forma a motivação será maior e a probabilidade de desistir é menor.

A falta de dinheiro há muito que deixou de ser desculpa, já que temos ao nosso dispor uma panóplia de soluções económicas. Desde dar caminhadas, fazer exercício nos parques que têm maquinas para o efeito ou fazer exercício em casa. É preciso estar motivado, ter objectivos realistas e aproveitar o momento para se divertir e descontrair.

Hoje deixo-vos um vídeo de 50 minutos de GAP, que trabalha glúteos, abdominais e pernas. Se o fizerem 2 vezes por semana, vão ver resultados de certeza. O importante é não desistir quando as forças faltam, no entanto não vão além do vosso limite. Escutem o vosso corpo! Também podem intercalar com outros exercícios.
Já publiquei vários vídeos aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui, têm alguns exemplos.


 
Desfrutem.
 
Desejo-vos um dia muito saudável. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

10 PENTEADOS SIMPLES PARA CABELO CURTO

Sempre tive uma paixão por cabelos curtos e durante anos tentei convencer a minha cabeleireira de então, de que apesar dos caracóis e volume, o meu cabelo tinha potencial para ser curto.

Mas não, não dava porque era muito volumoso e depois ficava estranho e como era encaracolado encolhia e ficava ainda mais curto, etc...

Foi preciso mudar de cabeleireira para isso deixar de ser um impedimento. E na primeira vez que me entreguei às mãos da Mónica, que a minha vida (ou do meu cabelo) mudou.

Talvez por ela sim ter um cabelo super encaracolado e volumoso, a minha deixa caiu-lhe que nem ginja e a navalha começou logo a cantar de alegria.
Fui cortando, cortando e, hoje tenho o cabelo tão curto como nunca tive. (Se bem que desta vez a artista não tenha sido a Mónica).

Não sei se por vingança (do cabelo), mas os caracóis também se foram com o tempo e, agora tenho uma ondulação ligeira e o volume também já não é o mesmo.

Apesar de muitas mulheres preferirem o cabelo curto, ainda há o preconceito de que um cabelo curto não é versátil. Quanto muito só podemos mudar a cor, porque a partir do dia que resolvemos curtá-lo, nunca mais poderemos variar nos penteados diários. Verdade? Não, mentira. Pois é, o cabelo curto (desde que não seja demasiado curto, claro) é tão versátil como um cabelo comprido. Basta querer.

Neste vídeo, podem comprová-lo.

 
Gostaram? ;)
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

10 PENTEADOS PARA O DIA-A-DIA

Para quem tem cabelo comprido, paciência e vontade, optar por usar penteados diferentes diariamente, pode ser um segredo para dar um ar renovado ao visual.

Se fazem parte das mulheres que têm longos cabelos e gostam de mudar, deixo-vos um video com petneados simples e muito giros.



Para as que como eu, têm cabelo curto, fica a promessa de um post dedicado a penteados/estratégias para inovar todos os dias. :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

HOJE VOU DAR-VOS MÚSICA...

Portuguesa, porque é boa e recomenda-se...principalmente numa sexta-feira, que antecipa um optimo fim-de-semana.

António Zambujo, com a Lambreta. Desfrutem!

 
Desejo-vos uma sexta-feira tranquila e um maravilhoso fim-de-semana!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

DEDICAÇÃO

«Ser dedicado é um ponto fundamental para alcançar o sucesso em qualquer coisa que fazemos, mas é fácil dedicar-se quando se gosta do que se faz; quando não é assim é preciso um pouco mais de esforço pessoal e motivação.

Dedi...
cação significa devotamento, entrega, sacrifício.. e não é isso que fazemos quando queremos atingir um objetivo? Não nos sacrificamos? Não deixamos de fazer coisas priorizando outras?

Dedicação também significa manifestação de amor, apreço, consideração... não é isso que sentimos quando queremos muito alguma coisa? Não tornamos alguns objetivos em nossa vida, aquilo que mais prezamos?

Pois é, sem dedicação não conseguimos nada, ou melhor nada que valha a pena pois tudo que é bom tem um preço para ser conquistado.

Tudo na vida para ser bom, precisa de dedicação.

No trabalho, nos relacionamentos, nos esportes, no lazer... dedicar-se com entusiasmo àquilo que se quer, que se gosta, que se tem por objetivo é o segredo para a conquista, para a vitória.»


Foto: DEDICAÇÃO

Ser dedicado é um ponto fundamental para alcançar o sucesso em qualquer  coisa que fazemos, mas é fácil dedicar-se quando se gosta do que se faz; quando não é assim é preciso um pouco mais de esforço pessoal e motivação.

   Dedicação significa devotamento, entrega, sacrifício.. e não é isso que fazemos quando queremos atingir um objetivo? Não nos sacrificamos? Não deixamos de fazer coisas priorizando outras?

    Dedicação também significa manifestação de amor, apreço, consideração... não é isso que sentimos quando queremos muito alguma coisa? Não tornamos alguns objetivos em nossa vida, aquilo que mais prezamos?

     Pois é, sem dedicação não conseguimos nada, ou melhor nada que valha a pena pois tudo que é bom tem um preço para ser conquistado.

     Tudo na vida para ser bom, precisa de dedicação.

     No trabalho, nos relacionamentos, nos esportes, no lazer... dedicar-se com entusiasmo àquilo que se quer, que se gosta, que se tem por objetivo é o segredo para a conquista, para a vitória.


"Roubei" este texto (e imagem) das Crónicas de um yogui, aqui, porque pareceu-me muito adequado.

Dedicarmo-nos a algo que queremos, independentemente do quê, deve ser um objectivo de vida.

Primeiro há que saber o que se quer, senão corremos o risco de nos dedicarmos constantemente a coisas (pessoas, situações...) que não nos completam.

Parar para pensar, reflectir, ouvir a nossa intuição e segui-la com dedicação parece-me um caminho seguro.

Desejo-vos um dia muito feliz e cheio de dedicação! :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

EMENTA SEMANAL PARA 4 PESSOAS

Numa altura em que se discute bastante se é ou não possível ter uma alimentação saudável e variada, por pouco dinheiro, resolvi deixar-vos uma ementa criada pela Deco, para uma familia de 4 pessoas (2 adultos e 2 crianças), com os respectivos preços.

2ª feira
Pequeno-almoço: leite, pão e queijo - 1,18€
Meio da manhã: banana, bolacha maria - 0,74€
Almoço: creme de cenoura, frango estufado com esparguete, salada de alface e tomate, laranja - 3,22€
Lanche: iogurte liquido, pão de mistura com fiambre - 2,49€
Jantar: creme de cenoura, pescada cozida com batata, legumes cozidos, pêra - 3,72€

Total: 11,35€

3ª feira
Pequeno-almoço: iogurte, pão de mistura com fiambre - 2,08€
Meio da manhã: maçã, bolacha de água e sal - 0,73€
Almoço: creme de alho francês, costoleta de porco grelhada com batata frita, salada de alface e tomate, maçã - 3,86€
Lanche: copo de leite meio-gordo, pão torrado com 1 colher de manteiga ou margarina - 0,89€
Jantar: sopa de alho francês, carapaus grelhados com arroz de legumes, salada de alface e tomate, pêra - 3,55€

Total: 11,07€

4ª feira
Pequeno-almoço: taça de leite com cereais de peq.almoço - 0,66€
Meio da manhã: banana e tostas - 0,87€
Almoço: sopa de feijão verde, salema assada no forno com batata e couve flor, gelatina - 5,96€
Lanche: copo de leite meio-gordo com 1 colher de chocolate, pão de mistura com fiambre- 1,32€
Jantar: sopa de feijão verde, bifanas de cebolada com arroz de cenoura, maçã - 3,28€

Total: 12,09€

5ª feira
Pequeno-almoço: iogurte e pão de mistura torrado com 1 colher de compota - 1,72€
Meio da manhã: pão de mistura com fiambre - 1,27€
Almoço: sopa de espinafre, filetes de peixe-gato fritos com arroz de grelos, banana- 3,42€
Lanche: copo de leite meio-gordo, pão de mistura e triângulo de queijo- 1,44€
Jantar: sopa de espinafre, empadão de carne e de batata, tomate, maçã - 4,09€

Total: 11,94€

6ª feira
Pequeno-almoço: taça de leite com cereais de peq.almoço - 0,66€
Meio da manhã: iogurte liquido e pão de mistura com 1 colher de manteiga ou margarina- 2,18€
Almoço:sopa juliana, pernas de frango grelhadas com macarrão, salada alface e tomate, uvas - 3,71€
Lanche: copo de leite meio-gordo com 1 colher de chocolate, pão de mistura e queijo - 1,30€
Jantar: sopa juliana, pastéis de bacalhau com arroz de tomate e ervilhas, pêra - 4,01€

Total: 11,86€
 
Sábado
Pequeno-almoço: copo de sumo, pão de mistura torrado, fiambre - 1,35€
Meio da manhã: iogurte liquido, bolacha maria - 1,88€
Almoço:sopa de feijão com hortaliça, arroz de salsichas com cenoura e ervilhas, uvas - 2,30€
Lanche: copo de leite meio-gordo, pão de mistura com 1 colher de manteiga ou margarina- 0,89€
Jantar: sopa de feijão com hortaliça, bacalhau com batatas e legumes cozidos, pudim flan - 4,40€

Total: 10,82€

Domingo
Pequeno-almoço: taça de leite com cereais de peq.almoço - 0,66€
Meio da manhã: copo de sumo e tostas - 0,88,
Almoço: sopa de legumes, salmão no forno com batata assada e legumes sateados, salada de fruta de conserva - 5,11€
Lanche: iogurte liquido, pão de mistura com trianguo de queijo fundido - 2,73€
Jantar: sopa de legumes, omeleta de atum com arroz branco, pêra - 3,09€

Total: 12,47€

Na minha modesta opinião, faltam as quantidades. Não serão todas as pessoas que ficam satisfeitas apenas com uma coxinha de frango, por exemplo e, desta forma o orçamento sofrerá alterações.
Gostava de perceber a que quantidades se referem estes preços. De qualquer forma é uma sugestão a ter em conta.

Desejo-vos um dia saudável! :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

DORMIR PASSOU DE MODA?

À segunda-feira rara é a pessoa que não dormia mais 1 horinha ou 2. Pelo menos é isso que a maioria pensa quando o despertador toca logo cedo. E quantos não pensam todos os dias: «Hoje deito-me cedo.»

Mas ultimamente tenho reparado que agora é moda não se dormir. Só pode ser moda, porque não acho normal ouvir pessoas dizerem que dormem pouco porque têm uma vida muito atarefada e que trabalham até às 5 da manhã e às 7 já estão acordadas e fresquinhas que nem uma alface. Ou pior, dizerem que é um desperdício dormir.

Depois, quando pessoas como eu, dizem que ao fim-de-semana dormem 12 horas seguidas sem o menor sacrifício, parece que somos uns autênticos incompetentes e preguiçosos, porque uma pessoa com vida não pode dormir tanto. Mas é verdade. Durante a semana durmo 7 horas, mas pelo menos ao domingo, se não tiver nenhum compromisso durmo tudo aquilo a que tenho direito e que me apetece.

Também me dizem com frequência: «Ah, fazes isso porque não tens filhos.»
Exactamente, se não tenho filhos e tenho a possibilidade de dormir, porque é que hei-de abdicar disso? Porque se tivesse filhos não o podia fazer? Quando eles existirem, tenho muito tempo de passar noites em claro e levantar o rabo da cama às 7 da manhã, num domingo, para ver desenhos animados (sim, porque não tenho filhos, mas a minha sobrinha acordou-me muitras vezes cedo para ver desenhos animados e eu levantava-me sem pestanejar).

Por favor, somos humanos, ninguém aguenta não dormir. O sono é tão importante como comer e beber, são coisas das quais não nos podemos privar, pelo menos durante muito tempo. Ninguém aguenta. Por isso, não percebo porque é que de repente, tanta gente resolveu não dormir. Por isso é que vemos pessoas a reclamar por tudo e por nada, sempre stressadas, esquecidas e, sem conseguirem acabar uma conversa porque os neurónios estão tão estafados, que nem conseguem seguir um fio condutor.

Não somos todos iguais (felizmente) e se algumas pessoas precisam de 8 ou 9 horas de sono por dia (ou por noite), outras há, que lhes basta umas 5 ou 6 horas (como o prof. Marcelo Rebelo de Sousa). No entanto, dormem e descansam, pois é uma necessidade fisica e mental, da qual é impossivel abdicar.

Desejo-vos um dia muito tranquilo e uma noite de sono relaxante! :)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

OS MEUS IOGURTES

À pergunta:
«-Leninha, precisas de alguma coisa, que gostavas que te oferecesse no Natal?»
Respondi sem hesitar:
«-Siiiimmmm...uma iogurteira.»

Gosto muito de iogurtes e, é um alimento que não pode faltar em casa. Mas não sou muito de variar e gosto mesmo dos tradicionais iogurtes de aroma, de preferência de banana.

Já há algum tempo que andava com a iogurteira na cabeça. A ideia de poder fazer os meus próprios iogurtes, com os ingredientes que entendesse, sem açúcar em excesso, agradava-me muito. E apesar de algumas pessoas me dizerem que também já tiveram uma iogurteira ou que conhecem alguém que tem, mas que não usa, não me demoveu. 

Sou uma pessoa de ideias fixas e, aquilo que penso (mesmo podendo estar errado) é sempre superior ao que os outros me podem dizer (mesmo que tenha em conta a opinião de pessoas importantes para mim). E quando a historia é esta, que conhecem alguém que tem e não usa, então deixo mesmo de ouvir.

E no Natal, lá recebi a iogurteira. E é bem gira. :)

O próprio electrodomestico traz receitas de iogurtes e as possibilidades são múltiplas. 
Basta usar um iogurte (ao nosso gosto) e 1L de leite. Depois podemos juntar fruta, gelatina em pó, café ou chocolate, etc.

A primeira vez que fiz, usei 1 iogurte de banana, 1 banana (a fruta tem de ser previamente cozida) e leite. Depois é deixar a iogurteira fazer o seu trabalho durante 12 horas. E temos 7 iogurtes (Agora 6, porque acabei de partir um frasco. Desgraça!) saborosos e saudáveis para desfrutar.

Ontem utilizei o mesmo método, mas com gelatina de morango. Também estão muito bons e, estão mais doces que os primeiros.  

Ainda bem que a minha sogra me fez aquela pergunta e, ainda bem que me lembrei da dita iogurteira.

Desejo-vos um dia saudável! :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

1º DIA DO ANO SEM ALIMENTOS DE ORIGEM ANIMAL

Para quem viu as 12 coisas simples que quero fazer em 2013, lembrar-se-à com certeza que tinha como objectivo ter um dia por mês sem qualquer tipo de alimento de origem animal.

Este objectivo surgiu, porque desde que comecei a praticar Yoga, comecei também a ver a alimentação de outra forma. É normal entre os praticantes desta modalidade, a alimentação vegetariana, ou mesmo vegan (só alimentos de origem vegetal). Não sou vegetariana e, sinceramente não sei se algum dia serei, por enquanto não faz parte dos meus planos. No entanto, a ideia de não consumir alimentos de origem animal, também não me parece tola. Talvez às vezes a ache extremista, mas outras vezes, principalmente quando leio sobre o assunto, fico entre as 10 e as 11.

Ainda sou das pessoas que pensa que para a alimentação ser saudável e variada há que consumir um pouco de tudo.

Para poder ter uma opinião correcta, terei que experimentar. E apesar de muitas vezes fazer refeições vegetarianas, é raro ter dias sem alimentos de origem animal. Sendo assim, parece-me que o objectivo de 1 dia por mês sem estes alimentos, é bastante razoável.

É um desafio que me agrada bastante, porque para além dos alimentos a evitar, não quer dizer que coma coisas prejudicais. Podia perfeitamente passar o dia a comer bolachas, batatas fritas e rissóis de legumes, que não tinha consumido nada de origem animal, mas também não tinha uma experiência saudável. A intenção não é essa. O objectivo é experimentar uma alimentação diferente da minha, mas acessível e saudável.

Dito isto, vamos ver o que comi ontem.



Ao pequeno almoço, foi um grande desafio. No Inverno adoro o leite (de vaca), quente com chocolate ou café. Ontem não houve consumo de leite de vaca. Não gosto de leite de soja e, apesar de existirem outras opções (leite de arroz, amêndoa) ao que parece, não são saborosos quentes. Portanto ontem não bebi leite.
Comi papa de aveia com maçã e canela (com água) e apesar de não gostar tanto como com leite, não achei desagradável.

A meio da manhã comi o que costumo comer nos outros dias. Fruta.

Ao almoço, preparei legumes no forno. Basicamente utilizei o que tinha no frigorífico e despensa: tomate, batata, cebola, alho francês, abóbora, cogumelos, cenoura e batata doce. Temperei com um pouco de azeite, sal, pimenta preta, gengibre, caril e oregãos. Acompanhei com salada de agrião e cebola. Ficou delicioso e, não tive fome antes da hora habitual.

Uma hora depois, +/-, comi uma pêra (tal como faço nos outros dias) e ao lanche preparei um maravilhoso batido verde, composto por: agrião, espinafres, couve coração, banana e meia maçã. Coloquei gengibre em pó (que achei demais, mas bebeu-se bem) sementes de sésamo e, no fim, canela em pó. Fabuloso!

Para o jantar, como é normal cá em casa, preparei sopa. Ontem foi de agrião. O meu marido comeu uma tosta mista com tomate e oregãos e eu comi uma tosta de tomate com oragãos. :) (aqui não tive muita imaginação).

Mais tarde, comi outra peça de fruta, como sempre faço.

E assim passou o meu dia sem alimentos de origem animal. Como foi só um dia, utilizei ingredientes que fazem parte da minha alimentação e, não fiz grandes experiências. Mas das próximas vezes utilizarei outros ingredientes (quinoa, por exemplo), para variar. Há também a possibilidade de comer tofu, soja e seitan. São alimentos que gosto, mas sinceramente, não me parece lógico evitar carne e peixe para depois comer alimentos processados, que nem sei bem como são feitos. Fico-me pelos legumes e leguminosas.

Desejo-vos um dia saudável! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

O NATAL PASSOU MUITO RÁPIDO...

Pois é, o Natal passou rápido de mais para o meu gosto. Parece que foi ontem que fiz a árvore de Natal e espalhei decorações cá por casa e, agora, está na altura de começar a retira-las. Fico sempre com esta sensação, que demora muito a chegar, mas que depois voa.

Mas o que interessa é que foi muito bem passado. Foram dias maravilhosos de muita companhia e convívio, muita comidinha boa (mas sem exageros), solinho, jogos de cartas e monipólio, presentes bonitos e úteis e, conversas à lareira.

Este ano o meu marido vestiu-se de Pai Natal para surpreender a nossa sobrinha mais nova (4 anos).

Depois de sair sorrateiramente e ir ao sótão vestir a dita roupa, bateu à porta com uma gargalhada à Pai Natal. A criança ficou tão entusiasmada que saltou logo do colo da mãe para abrir a porta. Foi a correr e dizia: «Pai Natal...» Mal abriu a porta exclamou: «Oh tio, és tu!»

Apesar da roupa (larga), da barba, gorro e óculos de sol (sim, este Pai Natal é muito moderno), não foi nada difícil à Pipoca perceber que o Pai Natal na verdade era o tio.

E o mais giro foi vê-la uns dias depois, aqui em casa, a contar à nossa sobrinha mais velha (10 anos):« O tio é tão engraçado...».

Agora já estamos em 2013 e temos pela frente 365 oportunidades de ser felizes (agora já temos menos). Basta aproveitar cada dia como se fosse uma folha em branco!

Hoje foi o meu primeiro dia do ano sem alimentos de origem animal, mas sobre isso falarei amanhã. :)

Também comprei um diário gráfico, para voltar aos desenhos diários.

Estou tão entusiasmada! :)







 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...