sábado, 22 de outubro de 2016

COISAS DA VIDA - 2

Há cerca de um ano, contava-vos um episódio triste da minha vida, o aborto espontâneo que sofri às 9 semanas de gestação (Aqui).

Hoje, venho partilhar convosco outro episódio da minha vida, mas muito, muito, muito bom!!! Estou grávida minha gente! Eheheheheh!!!

Nem sei por onde começar, mas vamos lá ver se consigo!

As "ordens" da minha médica de família eram para voltar a engravidar só passados 6 meses depois do aborto, para dar tempo ao útero para recuperar. Quando ela me disse isto, 6 meses pareceram-me uma eternidade, achei que demorariam muito tempo a passar, que queria engravidar novamente e rápido. Mas com o tempo percebi que não era só o meu útero que precisava de recuperar, a minha alma, coração, o que quiserem chamar, também precisava. E não só, o Bruno também ficou muito abalado e foi um sofrimento que tivemos mesmo de dar tempo ao tempo para recuperarmos.

Houve momentos dificeis, falávamos imensas vezes em voltar a engravidar, mas sentiamos medo, ainda tínhamos feridas a sarar, portanto quisemos dar-nos tempo.

Foi muito dificil quando chegou a altura em que supostamente o bebé iria nascer. Já tinham passados 7 meses, mas aí parece que voltámos a reviver tudo.

Lembro-me no Dia do Pai pensar que se tudo tivesse corrido bem, seria o primeiro Dia do Pai do Bruno, como pai. Nunca falei disto...

Até que chegou a altura de voltar a tentar. Voltei a repetir exames, estava tudo bem, tinhamos luz verde! E mais uma vez, foi rápido, tão rápido que nem queriamos acreditar.

Lembram-se de dizer que não percebia como algumas mulheres só descobrem que estão grávidas já com uns meses, porque eu percebi as mudanças no corpo muito rápido? Pois, desta vez não. Se não fosse o atraso da menstruação, não sentia nada de anormal e jamais diria estar grávida.

Mas o teste foi positivo e fui à minha obstetra (que é a médica que me atendeu no hospital no dia do aborto) logo no dia seguinte.

Durante estes meses que separam estes dois momentos importantes, pedia muitas vezes a Deus, ao Universo, ao que fosse, para ter uma gravidez calma e que pudesse ter a minha vida normal. Também tinha muito receio de estar ansiosa, de pensar muito no aborto, etc. Felizmente tem sido como tantas vezes desejei.

Senti sempre muita força, tal como já ouvi muitas mulheres dizerem que sentem nesta situação, não tenho estado ansiosa e tenho mantido as minhas rotinas normais, com os devidos cuidados, sem depender de terceiros. O que é ótimo!

Algo que também receava, e acho que todas as grávidas receiam, eram as opiniões, as sugestões das outras pessoas. Mas tenho lidado bem com isso, já referi que sou acompanhada por duas médicas, uma delas é minha médica desde os 8 anos (médica de família), e que por acaso elas têm estado de acordo em tudo, portanto não preciso de saber das opiniões dos médicos das outras pessoas. Também já deixei claro que tenho os meus receios e dúvidas, que me cbegam, portanto não preciso de carregar ainda os medos e dúvidas das outras pessoas.

Estamos com mais de 13 semanas de gravidez e felizmente tudo tem corrido bem! Não tive enjoos, o que podia ser mau para a gravidez, já que os enjoos impedem a mãe de ganhar peso, e também o bebé, o que pode provocar aborto. Tenho dormido muito bem, e em geral estou normal, só com uma barriguinha maior (e menos paciente, confesso...)!

Em geral tenho mantido as minhas rotinas, continuo a trabalhar, a fazer tudo em casa (menos carregar pesos e fazer esforços) e a praticar yoga, embora com algumas alterações.

Sinto-me mesmo em estado de graça e, apesar dos receios que vão sempre surgindo, estou a amar esta fase!

Embora não pretenda transformar o blogue num blogue de gravidez ou maternidade, é inevitavel falar de assuntos relacionados com a gravidez nos próximos tempos. É claro que interessará mais a algumas pessoas do que a outras, mas vou tentar partilhar apenas algumas coisas que possam interessar no geral, ok?

Bom fim-de-semana meninas! ;)






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Muitos Parabéns minha querida, nao me perguntes como mas já sabia, senti isso, talvez pela ausência..mas tinha a certeza que em breve irias nos dar esta noticia�� estou aqui para o que precisares e para ser uma tia virtual não te conheço pessoalmente mas identifico-me contigo!! Beijinho de quem está muito feliz por ti, Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, tão bom Ana! Muito, muito obrigada pelo carinho e apoio! Beijinhos grandes! :)

      Eliminar
  2. Tão bom Helena!!! Fico tãão feliz por ti!!! :)
    Vai correr tudo bem, de certeza! Muitas boas energias para aí e um abraço apertadinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Mariana!!! Beijinhos grandes :)

      Eliminar
  3. Estar grávida foi sem dúvida uma das melhores épocas da minha vida! Vai correr tudo bem, vais ver. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que muitas mulheres dizem! Obrigada Sweet. Bjinhos :)

      Eliminar