quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

AVENTURAS DA GRAVIDEZ - MITOS E SUPERSTIÇÕES

Não sou uma pessoa supersticiosa, por isso, cada vez que me falam de superstições no gravidez, fico um pouco... sem palavras!

Há também os mitos e nesta altura já ouvi de tudo. Alguns são tão bons e com explicações tão científicas, que já se tornaram verdades e as pessoas nem ousam pô-los em causa.

De todos os mitos que já me falaram, o único que não sei porquê acreditei, foi o da posição para dormir. Supostamente não se deve dormir de barriga para cima ou baixo, nem viradas para o lado direito. Eu que sempre dormi de bruços e sempre gostei de me virar muito durante a noite, passar 9 meses, ou 10 bem vistas as coisas, a dormir só numa posição? Ainda tentei, porque não sei como até acreditei na teoria, mas um dia fez-se luz e perguntei à minha obstetra. A sua resposta: "Pode dormir na posição que quiser, na que estiver confortável, até de barriga para baixo! Durma como se sentir bem, desde que a barriga o permita."

Adenda: Como referi atrás, a minha obstetra disse-me que podia dormir na posição que me fosse confortável, no entanto, quando entrei nos 7 meses de gestação alertou-me que nessa altura já não era conveniente dormir de barriga para cima, pois tal posição dificultava a recepção de oxigénio do bebé. O ideal seria dormir de lado, preferencialmente para o lado esquerdo. No dia do parto, vários médicos e enfermeiros disseram o mesmo, para não me deitar de barriga para cima (enquanto o bebé não decidia nascer, claro).

Barriga para baixo?!?!?! A minha cara deve ter ganho luz quando ouvi isto! O que estava a perder. E dormi de bruços, não a noite inteira mas pelo menos para adormecer, até às 18 semanas, mais ou menos. Privilégios de quem tem uma barriga pequena!!!
Mas deixo a ressalva, a minha médica disse-me isto a mim, não sei se se aplica a todas as grávidas, cada uma deve ouvir a opinião do seu médico.

Mas há outros, não se pode pintar unhas, cabelos, comer canela, tocar em gatos, usar colares... Se se tem azia é porque o bebé será cabeludo, se não se comer o que se apetece, o bebé terá a cara do alimento... deve ser por isso que vemos pessoas com cara de morango, camarão, lentilha...

Depois vêm as superstições, que andam de mãos dadas com os mitos.

Não se deve dizer a ninguém que se está grávida antes dos 3 meses, porque dá azar (quando na verdade os médicos aconselham a não se dizer porque existe um grande risco de aborto nestes meses e a acontecer, é muito dificil dizer a toda a gente que se perdeu o bebé), que não se deve montar a cama antes do bebé nascer, lá está, porque dá azar, que não se deve passar por cima/baixo de fios porque o bebé nasce com cordão umbilical à volta do pescoço, grávidas que tomaram pilula terão partos prematuros... e também já ouvi qualquer coisa sobre usar preto, mas este passou-me ao lado!

Há também uns depois do nascimento, que acho particularmente interessantes.
Não se deve cortar o cabelo antes de 1 ano porque atrasa a fala, não se deve dar beijinhos nos pés do bebé porque ele não cresce (é por isso que a minha sobrinha é minorca, eu enchia aqueles pés gorduchos de beijos... e o meu filho também vai ser pequenino, porque também vou dar...), beber cerveja preta aumenta a produção de leite (é o ideal, beber álcool na amamentação)...

Mas de uma coisa tenho a certeza, qualquer grávida nos nossos dias que ouça estas teorias de forma constante, dá em maluquinha... ;)

Mitos/superstições que ouviram e "adoraram" meninas?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. A melhor que eu ouvi foi: antes da criança ser batizada só os homens podem sair com ela à rua, as mulheres não a podem levar à rua... (WTF?!) Nem sequer quis ouvir as razões...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OMG! Essa nunca tinha ouvido... fantástica!!! ;)

      Eliminar